ZILDO GALLO

 -  - ZILDO GALLO
Total Visualizações: 36105
Texto mais lido:
BEIJA-FLOR - Total: 425
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1093
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1614685
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 262348
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 136793
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113298
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 95184
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 62694
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 36105
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33347
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 32709
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 30585
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 87
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

ALÉM DAS SOMBRAS DA CAVERNA


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Ter o solo sob os pés e partir,
sabendo das armadilhas do caminho
e mesmo assim desejar a caminhada.

Ter o céu sobre a cabeça
e saber que é possível alçar voo;
sempre é possível voar... sempre...

Confiar e esperar a chegada do novo tempo,
pois ele sempre chega àquele que sabe
os porquês da justas batalhas.

Infelizes os que caminham por este chão
e não tentam torná-lo cada vez caminhável,
mais livre a todos os buscadores.

Infelizes aqueles que não tentam
romper o campo das forças sombrias
à busca das luzes do universo.

Infelizes aqueles que se acham felizes
sem nunca terem experimentado caminhos
e são muitos os caminhos... muitos...

Infelizes aqueles que se conformam com as sombras
que bruxuleiam no fundo da caverna,
acreditando que elas sejam o mundo.

Um poema só para ninguém dizer que não falei de Platão.

Zildo Gallo
Americana, SP, 24 de junho de 1981.
Revisão: Campinas, SP, 20 de junho de 2017.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ZILDO GALLO:
(RE)(IN)VOLUÇÃO: grandes almas Autor(a):
A árvore de beija-flores, o sabiá distraído, o gavião certeiro e o gambá do meu condomínio Autor(a):
A conversão de São Francisco: uma loucura divina Autor(a):
A empresa do futuro e a produção de valores sustentáveis: ou vai ou racha! Autor(a):
A FOME E O PAPEL Autor(a):
A guerra pela água: Grande São Paulo versus Região de Campinas (2015) Autor(a):
A HORA DA AVE MARIA Autor(a):
A HUMANIDADE ASSOMBRADA Autor(a):
A INCRÍVEL SAGA DO PEIXE BOTINA Autor(a):
A LUA E O MAR Autor(a):
A mamadeira de manga e o coquinho da macaúba Autor(a):
A MENINA QUE PASSAVA Autor(a):
A moralidade do mercado ou para quem o crime compensa Autor(a):
A origem mítica do nome da cidade de Atenas (Grécia): um tributo à agricultura Autor(a):
A OUTRA GUERRA Autor(a):
A POESIA (o poeta e sua sina) Autor(a):
A POESIA (o poeta e sua sina) Autor(a):
A PROCURA DO POETA Autor(a):
A riqueza e a diversidade: uma discussão sobre o valor das floresta na economia de mercado Autor(a):
A sonda New Horizons, o rebaixamento de Plutão, o rapto de Perséfone e o Tarô Mitológico Autor(a):
AFETOS ABORTADOS Autor(a):
AFIRMAÇÃO (Smithiana mão invisível) Autor(a):
ÁGUA PARA TODOS Autor(a):
ÁGUA: UM POEMA À CONSCIÊNCIA Autor(a):
ÁGUAS DE OUTUBRO (via crucis) Autor(a):
ALÉM DAS SOMBRAS DA CAVERNA Autor(a):
ANÉIS DE SATURNO Autor(a):
ANTAGONISMOS Autor(a):
AO MINEIRINHO POETA Autor(a):
ÁRVORE SECA Autor(a):