THALYA SANTOS

 -  - THALYA SANTOS
Total Visualizações: 181861
Texto mais lido:
QUERER É PODER - Total: 2131
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1279
10 Autores mais recentes...
FRANCISCO JARBAS DA SILVA
GERSON MOURA
ALYSSON PEREIRA
SHIRLEY TELES
VERA LUCIA FERNANDES
GLEYSIELE BRAGA GUALBERTO RABELO
ALYSSON RUBENS
BARTIRA MENDES COSTA
FILIPE JOSÉ BARROS DA SILVA
ROSITA HELENA SILVEIRA PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 4325764
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 712037
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 636728
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 622217
622 SANTO VANDINHO
SANTO VANDINHO
Total: 322827
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 181861
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 136295
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 89926
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 80134
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 76169
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 597
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
 

A CIDADE DORME


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

A cidade dorme, a lua acorda e ilumina!
O silêncio me faz meditar
A vida prossegue entre sorriso e lágrimas
Meu leme é amar!
Amar o dia o sol a natureza
O mundo animal
O ser humano e a incerteza
De ser por eles entendida.
Às vezes sou só revolta
Então fecho minha porta
Protejo meu coração
Quando assim me sinto
Chamo a vida de decepção
Mundo cheio de maldade
Gente que tem medo da verdade!
A estrada da vida é longa
Pouco a pouco vou cumprindo minha jornada
Com o tempo vi... Que meu tudo hoje é nada!
A estrada vai afunilando
O coração fica apertado
Meu mundo ficou parado!
Foi assim... De repente
Fiquei tão descrente
Dos meus sonhos de esperança.
Entrei num túnel escuro
Por um tempo fiquei tão perdida
Assim... Como na hora de uma despedida!
Quando o corpo não suporta a dor, desmaia.
Quando a mente não aceita o sofrimento
Foge da vida, enlouquece por momento!
Dorme...
Dorme com a saudade
Dorme com a ilusão
Amanhã tudo é diferente
Ergue as mãos recebe energia!
Amanhã é um novo dia!

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de THALYA SANTOS:
A ALMA Autor(a):
A CADEIRA DA VOVÓ Autor(a):
A CHUVA NÃO PARA Autor(a):
A CIDADE DORME Autor(a):
A CIDADE MAIS ANTIGA DO RIO GRANDE DO SUL ( CURIOSIDADES ) Autor(a):
A DANÇA DA CANETA Autor(a):
A DESGRAÇADA DA ESTELA Autor(a):
A DIFERENÇA DE LADRÃO DE GALINHA E DE ROUBAR O PAÍS Autor(a):
A DOR QUE SUFOCO EM MEU PEITO Autor(a):
A ESCADA Autor(a):
A ESCOLA DA VIDA Autor(a):
A FORÇA DA AMIZADE Autor(a):
A HERANÇA Autor(a):
A HISTÓRIA DA VELHA Autor(a):
A HISTÓRIA DO PIÁ Autor(a):
A IMPORTÂNCIA DO QUASE Autor(a):
A LUA FOI DORMIR Autor(a):
A MADRUGADA Autor(a):
A MAGIA DA NOITE Autor(a):
A MENINA E HISTÓRIA Autor(a):
A MINHA AMIGA AMARILLIS Autor(a):
A MORTE Autor(a):
A MORTE NÃO INTERROMPE A VIDA Autor(a):
A PALHAÇA Autor(a):
A PERERECA GELADA Autor(a):
A POESIA DO NADA Autor(a):
A POESIA ME ABRAÇA Autor(a):
A POESIA ME ABRAÇA Autor(a):
A PORTA TRANCADA Autor(a):
A RUA Autor(a):
Banner aniversariantes

Aniversário Hoje

Aniversariante de Hoje CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA