MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS

 -  - MARCO AURÉLIO
Total Visualizações: 2221
Texto mais lido:
DEUS - Total: 223
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 75
10 Autores mais recentes...
IVONE DETTMANN GONCALVES
HERBERTEEN SANTOS
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
CLEITON CARVALHO DE JESUS GONSALVES
LUIZA NASCIMENTO ABREU
MARCO PAULO VALERIANO DE BRITO
ALHOSAL
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 2392537
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 311556
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 214132
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 117792
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 109990
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 108998
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 86951
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 45454
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 40074
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 39989
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 85
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

RELATOS: FLAES DA VIDA REAL


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

CUMÉ QUI CHAMA

Aconteceu num lugarejo no interior de Minas Gerais. Um fazendeiro rústico ordenou ao seu peão: -Vá à cidade levar o carregamento de lenha e traga o «cumé qui chama». Presente à cena e ouvindo aquela expressão, não entendi o pedido. No final do dia o peão retornando, apeou de seu cavalo e o fazendeiro lhe disse: - Trouxe o «cumé qui chama»? O empregado respondeu: - «sim padim!». E até hoje não sei do que se tratava !?


COISA DE PORTUGUÊS

Um português veio de Coimbra, Portugal, visitar o seu patrício aqui no Brasil. Depois de alguns dias em nosso País e saudoso de sua terra, resolveu usar dois relógios de pulso, um com o horário do Brasil e outro registrando a hora de sua terra. Certa vez, angustiado disse ao conterrâneo: - Compadre, estou num dilema: não sei qual horário seguir, se o da terrinha ou o daqui.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS:
A BOA-FÉ NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E NA CONDUTA DO CIDADÃO Autor(a):
A MORAL NATURAL Autor(a):
A SABEDORIA DO ANCIÃO Autor(a):
BOA CONDUTA NA VIDA Autor(a):
CHAVE DE OURO Autor(a):
DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS EM VERSOS Autor(a):
DEUS Autor(a):
HISTÓRIA DE CINCO ROSAS Autor(a):
MITOLOGIA BRASILEIRA EM VERSINHOS Autor(a):
MONTANHA DE INCOMPREENSÕES Autor(a):
MULHER Autor(a):
NEM TUDO É BAIXO NO MUNDO; HÁ ALTURAS QUE PODEMOS ESCALAR Autor(a):
NOVOS CONCEITOS Autor(a):
O QUE NÃO SE CANSA!!!??? Autor(a):
O QUEIJO Autor(a):
OS SABORES REAIS - COMIDA MINEIRA Autor(a):
PEDIR A DEUS Autor(a):
POR QUE NÃO PAGAR A TAXA DE INCÊNDIO? Autor(a):
PREPARAR-SE PARA A VIDA Autor(a):
RELATOS: FLAES DA VIDA REAL Autor(a):
TEMPO ETERNO Autor(a):
TROVINHAS EM MINEIRÊS Autor(a):
TROVINHAS INSPIRADAS NUMA NOVA CULTURA Autor(a):
UM POUCO MAIS DE MITOLOGIA... Autor(a):
UMA GOTINHA... Autor(a):
UTOPIA ??!! Autor(a):