DIRCEU DETROZ

 -  - DIRCEU DETROZ
Total Visualizações: 155121
Texto mais lido:
A NOITE DE ONTEM - Total: 611
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 1742
10 Autores mais recentes...
DALILA DO NASCIMENTO DOS SANTOS
CLEITON CARVALHO DE JESUS GONSALVES
LUIZA NASCIMENTO ABREU
MARCO PAULO VALERIANO DE BRITO
ALHOSAL
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1811638
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 275482
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 155121
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 114474
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 100253
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 72703
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 40562
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 39096
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 35437
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 35164
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 325
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

PITUKINHA DA LIZZ


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Ei!
psiu!
você aí...
to falando com você!

Ah! tá,
você pensa que eu
ainda não sei falar né...
por isso você não me ouve,
mas eu já sei falar sim.

Então deixo pra falar
quando você tá dormindo,
dai posso falar
e cantar gostoso
e você pode sonhar,
às vezes,
comigo,
às vezes,
com aquele outro moço.

Hiiii!
você acha
que eu não sei dele né,
mais eu sei sim,
às vezes,
quando você tá dormindo,
encosto minha cabecinha
pertinho do teu coração,
e fico ouvindo
um tum, tum tum diferente,
mas nem fico ciumentinha
gosto dele também,
fui aprendendo a gostar dele
com você.


Você tá ficando barrigudinha né...
sou eu ficando crescidinha
aqui dentro,
ficando uma menininha.

Dizem que meninhinhas
não devem dar chutes
nem pontapés né...
ah! mas eu dou, dou sim,
às vezes,
dou até umas joelhadas,
amo brinca de fazer
curvinhas na tua barriga,
Você não ouve,
mas ainda dou
aqueles risinhos
que aprendi com você.

Também amo ficar quietinha
vendo você jogar Candy crush,
hummmm! jogo de doce né,
fico aqui na torcidinha
pra você passa de nível,
faço até figa,
e depois sinto
aquele tremorzinho
que se espalha
pela tua barriguinha quando:

Sugarrrrrrrrrrrrrrrrrrr
cruschhhhhhhhhhhh
yessssssssssssssssss
issssssssssssssssssss,
Hiii!
viciadinha como mamãe.

Então...
tua barriguinha
tá começando ficar pequena
pra mim,
loguinho vou ter de sair.

Será uma mudança radical
pra mim
e pra você,
vamos escrever juntas
uma nova experiência,
e toda uma História.

Hiii!
decerto no começo,
eu vou chorar
muito mais que sorrir,
às vezes,
não vou deixar você dormir,
às vezes,
serei a cheirosinha da mamãe,
às vezes,
serei a fedidinha da mamãe,
e terei aquelas fominhas
bem fora de hora.

Como princesa na mamãe,
e fofura da vovó e do vovô,
vou crescer rapidinho.

Eba!
loguinho vou estar
dando meus passinhos,
aprendendo umas palavrinhas,
garanto que bem aquelas
que não devo,
vou aprende primeiro.

Vou passar de menininha
a mocinha,
assim, num piscar de olhos.

Vou correr pela casa
peladinha e sem vontade
de vestir roupa,
correr atrás do cachorro,
agarrar no rabo dele,
até vou tentar abrir o portão.

E quando já for mocinha,
vou ouvir um monte de coisa
que mocinha não pode fazer.

Ah!
não vou estar nem aí,
eu vou fazer sim,
sei que não posso parar de crescer
mas posso ser uma mocinha
pra sempre.

Então vou subir
nas árvores
pra catar jabuticabas,
fazer festa com os beija-flores,
e até xixizinho no matinho,
igualzinha à mamãe.

E lá um dia,
teremos milhões de coisas
de mim e de você para recordar,
aposto que daremos risinhos juntas,
Ah! melhor
é dar gargalhadas mesmo né,
gostosa como um
sugarrrrrrr crushhhhhhhhhhhhh

Poderei deitar
no teu colinho bem gostoso
e saber que não foi um sonho,
e que ainda sou
a tua Pitukinha,
a Pitukinha da Lizz!

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de DIRCEU DETROZ:
A "IA" NÃO SERÁ UM MENINO BONITO Autor(a):
A ALMA A SINGULARIDADE E O FUTURO Autor(a):
A CHEGADA Autor(a):
A CIÊNCIA ACIMA DE TODOS Autor(a):
A CULPA NÃO É DOS OSSOS - Crônica escrita em 2014 Autor(a):
A década revolucionária Autor(a):
A EQUAÇÃO DA ALMA Autor(a):
À ESPREITA Autor(a):
A ESTRANHA INTELIGÊNCIA Autor(a):
A GENÉTICA DIVINA Autor(a):
A INDUSTRIA GENÉTICA NÃO É FICÇÃO Autor(a):
A INFÂNCIA DOS LIVROS Autor(a):
A LIZZ DO DIR Autor(a):
A MAÇA DO CONHECIMENTO Autor(a):
A MENINA NA JANELA Autor(a):
A NOITE DE ONTEM Autor(a):
A NOSSA IDADE DAS TREVAS Autor(a):
A NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA Autor(a):
A OBRA-PRIMA DO PERDÃO Autor(a):
A REALIDADE E A FICÇÃO Autor(a):
A SAGA DO SOM ESTÉREO Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A SENHA Autor(a):
A UTOPIA CÓSMICA Autor(a):
A VAGINA DO PICASSO (Um conto nada intelectual) Autor(a):
A VARIÁVEL ESQUECIDA Autor(a):
A VARIÁVEL HUMANA Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VEZ DAS CIGARRAS Autor(a):
A VIDA PREGA PEÇAS Autor(a):