SEDNAN MOURA

 -  - SEDNAN MOURA
Total Visualizações: 1608442
Texto mais lido:
A ROSA E O HOMEM - Total: 2397
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 2550
10 Autores mais recentes...
JUAN CARLOS
DARLAN BEZERRA PILAR
JOSÉ ROBERTO DA SILVA
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
JOSÉ MARIA AMARANTO
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1608442
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 261959
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 136423
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 113255
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 95062
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 62344
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 36011
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 33283
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 32624
657 ELIO MOREIRA
ELIO MOREIRA
Total: 30263
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 470
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

DESCONTENTAMENTO


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Rio, 08-09 e 11/11/95.

Pensei em não mais escrever
Não entendem minhas poesias
Com meus olhos ando a ver
E meu coração faz as fantasias

Será que não fazem interpretação?
Julgam por julgar, sem causa!
Não dão no tempo a pausa
E como fica a música falada?

O nome quando é grande
Faz o poema ficar mais belo?
Na nota, escrito há um,
E também na parede do castelo

Ser poeta não queria
Mas as palavras fervem na mente
E há o impulso no escrever
E quem isto tirar poderia?

Se as rimas ricas são
Não me dão alguma glória
Ou se pobres demais
Não fazem mudar a história

Sou poeta desde que nasci
Se medíocre no que escrevi
Não sei, o tempo dará a conclusão.
Sei que sou poeta sem explicação

Que sou poeta-pintor descobri
Em poesia pinto o sentimento
O que esculpo na alma
Mina a razão, enfeitando o que vi.

Olho as coisas ao meu redor
E pinto meu quadro poético
O azul é a preferência da cor
E ao contemplá-lo fico patético

Quem pintou este quadro lindo?
Às vezes me pergunto sem querer
Depois ao observá-lo fico sorrindo
Saio do real e entro no sonho

Não gosto do obsceno
Prefiro mais o simples e puro
Gosto muito da Refulgente Luz
Repudio totalmente o escuro

Falo não como louco
Escrevo com toda a lucidez
Se me cedem à vez
Deixo a poesia falar

Quero uma poesia de criança
Que a prostituta faça voltar
Que o ancião faça chorar
E aos desiludidos traga esperança

Gosto de escrever palavras simples
Não acho que se possam esgotar
A rosa e as flores são as mesmas
Mas faz diferença a maneira de olhar

Há poesia, se posso chamar assim,
Que fere ao paladar do ouvido
Dá indigestão ao puro sentido
E está estagnada em sentimento destorcido.

Se a leio sinto repúdio
Faz mal a minha consciência
Fere o entendimento da minh’alma
Transpassa-a com a falta de ciência.

Foi minado o puro sentimento
O coração afastou-se do Amor
O poeta perdeu a razão
E deixa a poesia desprovida de sabor.

Torna!... Torna!... Ó poeta!
Volta à pureza antiga
Por que segues essa meta?
A poesia inda é tua amiga!

Chora a pureza com saudade
Por que segues essa vaidade?
Lembra-te poeta de Bocage
Que apontou para a Eternidade...

SEDNAN MOURA

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de SEDNAN MOURA:
(((((((ECO))))))) Autor(a):
(...) Autor(a):
(A)CHEI ROSA Autor(a):
... NINGUÉM ME TIRA Autor(a):
... SE SONHAMOS Autor(a):
...AO MAR Autor(a):
...E AGORA Autor(a):
...E CHOVIA Autor(a):
...É FERA Autor(a):
...É O AMOR Autor(a):
...ERAM AZUIS Autor(a):
0 SÓSIA Autor(a):
01 (aldravia) Autor(a):
01 (PI) Autor(a):
02 (aldravia) Autor(a):
02 (PI) Autor(a):
03 (aldravia) Autor(a):
03 (PI) Autor(a):
04 (aldravia) Autor(a):
04 (PI) Autor(a):
05 (aldravia) Autor(a):
05 (PI) Autor(a):
06 (aldravia) Autor(a):
06 (PI) Autor(a):
07 (aldravia) Autor(a):
07 (PI) Autor(a):
08 (aldravia) Autor(a):
08 (PI) Autor(a):
09 (aldravia) Autor(a):
09 (PI) Autor(a):