CARLOS ALVES

 -  - CARLOS ALVES
Total Visualizações: 1687
Texto mais lido:
Poesia - Total: 112
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 186
10 Autores mais recentes...
ZEKA BIGUETTI
EDSON MILTON RIBEIRO PAES
LUCONI
MÁRCIO EVANGELISTA DOS SANTOS
VIVIANE MAUBRIGADES
REGINA SOUZA VIEIRA
HILTON MARCOS DE OLIVEIRA
WAGNER PAULON
GISELE NEGRO DE LIMA
ALEXANDRE DORNELES DE BRITO PINNA
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1224378
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 228882
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 110125
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 82849
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 82170
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 43967
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 28771
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 28020
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 25924
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 23322
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 112
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 2
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Poesia


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Poesia

Poesia vem do grego “poesis”, criação
Pode ser muita coisa, na voz de um coração
Poesia é a expressão da beleza
Posta em palavras adequadas
Pode ser tudo... Ou ser nada
Pode ser o silêncio, o vazio
Ou ser como a trovoada
Na queda de um grande rio.

Poesia é o coração cheio
De amor, da dor que vem e da dor que vai
Nasce no peito e cresce, como fruto que amadurece
Que nem em maus ventos cai.
Pode resultar da técnica, da mente,
Que vai à frente dos sentidos
Ou vem de um peito apaixonado
Ou de um coração ferido
Aí é simples e mais bonita
Como uma roupa de chita
Vestindo bela menina
Gostosa como a suave brisa, quando o calor inferniza
Ao se dobrar uma esquina.

Poesia vive nos atos, nas palavras
Nos versos brancos ou rimados
Nos líricos e nos concretos
Nos acordes em sons chorados.

Poesia é o sonho do acordado
É morrer sem morto estar
É o encanto do encantado...
É viver... E amar!

 
 

Esse texto já foi lido hoje por esse computador e usuário. A contagem da poesia não foi adicionada!
 
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de CARLOS ALVES:
À noite Autor(a):
A VIDA EM FLOR Autor(a):
Ah! Como eu queria Autor(a):
Alem da vida Autor(a):
Ao leu Autor(a):
Coração de pedra Autor(a):
Encanto Autor(a):
Esperança Autor(a):
Eu te amo mais Autor(a):
Eu te amo mais Autor(a):
flertes Autor(a):
Impossivel te esquecer Autor(a):
Insaciavel Amor Autor(a):
Jardim da existência Autor(a):
Lágrimas Autor(a):
louco... Autor(a):
meu amor em rimas Autor(a):
noites de outono Autor(a):
O Amor Autor(a):
Poesia Autor(a):
Santos Autor(a):
Saudade Autor(a):
Sonhar Autor(a):
Sublime amor Autor(a):
Tempo Autor(a):
Transcendência Autor(a):
Tu Autor(a):
velho Autor(a):