ALEXANDRE BRUSSOLO

 -  - ALEXANDRE BRUSSOLO
Total Visualizações: 115299
Texto mais lido:
Música (T2941) - Total: 2083
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 206
10 Autores mais recentes...
HAMILTON RAUL SERPA
JUAREZ VELÁSQUEZ DE MELLO CARVALHO
ARIEL ALVES DA SILVA
LUIZ HENRIQUE GOMES PATRIOTA
MARA ROSANI CRIZEL
THAYS GARCIA RODRIGUES
THALYA SANTOS
RENON DA SILVA BRITO
MAROEL DA SILVA BISPO
LUCAS MENEZES
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 649630
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 115299
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 104911
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 42626
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 29283
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 18334
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 14510
247 VANESSA  SOARES
VANESSA SOARES
Total: 13833
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 13655
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 13008
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 33
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

O revólver (T1166)


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Olhava fascinado para a arma encima da cômoda, reluzia em seu metal negro, cuidadosamente lustrado, tentadora, o tambor como um desenho em alto relevo se destacava. As horas passavam, cedo ou tarde teria que ir. Os ponteiros do relógio marcaram a hora fatal, pegou o revólver que tanto olhava para ele, colocou-o no coldre, pegou seu quepe, já estava preparado para mais um dia de trabalho.

Alexandre Brussolo (31/03/2011)
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de ALEXANDRE BRUSSOLO:
A arte de amar (T2387) Autor(a):
A cada dia (T2178) Autor(a):
A cada dia (T2631) Autor(a):
A cada manhã (T1803) Autor(a):
A cada noite (T2004) Autor(a):
A Derrota (T175) Autor(a):
A dor da perda (T690) Autor(a):
A dor de um poeta (T799) Autor(a):
A Era da Incerteza (R30) Autor(a):
A Estrelinha (T443) Autor(a):
A força de Deus (T1585) Autor(a):
A Gafe (T200) Autor(a):
A história se repete (T552) Autor(a):
A Imagem de Deus (T1074) Autor(a):
A Janela (T617) Autor(a):
À luz de velas (T718) Autor(a):
À mercê (T2616) Autor(a):
À Minha Vó... (T202) Autor(a):
A outra metade (T2088) Autor(a):
A poesia de cada um (T2914) Autor(a):
A presença de Deus (T1699) Autor(a):
A Princesa (T1766) Autor(a):
A Princesa (T311) Autor(a):
À Procura do Caminho Certo (T25) Autor(a):
A saudade dói (T1747) Autor(a):
A seu lado (T2157) Autor(a):
À sua procura (T2214) Autor(a):
A tal felicidade (T2840) Autor(a):
A Taturana Ana (T238) Autor(a):
A teu lado (T1831) Autor(a):

Nossos Parceiros:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.