SEDNAN MOURA

 -  - SEDNAN MOURA
Total Visualizações: 1323469
Texto mais lido:
A ROSA E O HOMEM - Total: 2270
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 2265
10 Autores mais recentes...
VALDINEI DA SILVA CAMPOS
MILTON JORGE DA SILVA
CELSO GABRIEL DE TOLEDO E SILVA
MARIA DE SOUZA CEZAR
EVERALDO JOSÉ CAVALHEIRO PAVÃO
JOSE JOÃO BOSCO PEREIRA
RUAN VIEIRA
FERNANDO DANIEL FRANCO DE CAMARGO
ELIAS OLIVEIRA DE JESUS
MARISA BARBOSA CAJADO
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 1323469
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 239093
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 110923
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 105681
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 86214
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 48042
218 ZILDO GALLO
ZILDO GALLO
Total: 30924
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 29382
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 28031
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 24342
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 196
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

QUERIA FALAR DE FLORES


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Rio, 25/07/96.

Já não me atraem as flores
Nem sinto prazer nas suas cores
Da beleza, dos olhos, estou farto;
E das lágrimas, os meus, aparto.

Meu ouvido está cansado
De ouvir o falar nestes dias
É como o chover no molhado
Ou como o sugar das pias

Os campos me metem medo
A relva, a meu ver, não é macia.
Se em flores falam de manhã cedo
Causam ao ouvido má digestão e azia

Repudio a beleza das flores
E o amar dos amores
E o cantar dos cantores
E o falar dos atores

Sinto tristeza do palácio
E do que usa a última flor do lácio
Do engano de varias cores
No falar dos atores

A música minh’alma abomina
Tocada em toda a esquina
Que fala somente em flores
Cantadas pelos ilustres cantores

Estou cansado das flores
Descrita pelos atores
Cantada pelos cantores
Das flores que não são flores

Mas se me dão flores
As flores que são flores
Não quero as outras flores
Nem as cores que não são cores

As flores palavras são
As cores o engano
Acontecem sob o grande pano
No palco de uma nação.

SEDNAN MOURA

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de SEDNAN MOURA:
(((((((ECO))))))) Autor(a):
(...) Autor(a):
(A)CHEI ROSA Autor(a):
... NINGUÉM ME TIRA Autor(a):
... SE SONHAMOS Autor(a):
...AO MAR Autor(a):
...E AGORA Autor(a):
...E CHOVIA Autor(a):
...É FERA Autor(a):
...É O AMOR Autor(a):
...ERAM AZUIS Autor(a):
0 SÓSIA Autor(a):
01 (aldravia) Autor(a):
01 (PI) Autor(a):
02 (aldravia) Autor(a):
02 (PI) Autor(a):
03 (aldravia) Autor(a):
03 (PI) Autor(a):
04 (aldravia) Autor(a):
04 (PI) Autor(a):
05 (aldravia) Autor(a):
05 (PI) Autor(a):
06 (aldravia) Autor(a):
06 (PI) Autor(a):
07 (aldravia) Autor(a):
07 (PI) Autor(a):
08 (aldravia) Autor(a):
08 (PI) Autor(a):
09 (aldravia) Autor(a):
09 (PI) Autor(a):