PAULO FONTENELLE DE ARAUJO

 -  - PAULO FONTENELLE
Total Visualizações: 1602
Texto mais lido:
UM TEOREMA DE PITÁGORAS - Total: 51
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 407
10 Autores mais recentes...
HAMILTON RAUL SERPA
JUAREZ VELÁSQUEZ DE MELLO CARVALHO
ARIEL ALVES DA SILVA
LUIZ HENRIQUE GOMES PATRIOTA
MARA ROSANI CRIZEL
THAYS GARCIA RODRIGUES
THALYA SANTOS
RENON DA SILVA BRITO
MAROEL DA SILVA BISPO
LUCAS MENEZES
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 649056
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 115060
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 104880
1121 THALYA SANTOS
THALYA SANTOS
Total: 42360
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 29213
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 18276
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 14445
247 VANESSA  SOARES
VANESSA SOARES
Total: 13790
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 13592
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 12947
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 28
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

OS GORDOS


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Viva os gordos!
O homem gordo beija ali a mulher gorda.
Então um viva também às mulheres gordas!
E um viva aos beijos
(beijos já nasceram gordos)
Viva os abraços, os sorrisos
e o amor depois de tantos quilos,
que rolam para que se diga:

Viva os gordos!
Viva os gordos e seus umbigos abertos!
Vivam os gordos!
Hoje os gordos não entalam em tampas de bueiro.
Não descreem do espaço
como minhocas em suas tubulações.
Hoje o homem gordo é tecnológico,
apenas espera cócegas
para nadar por dentro
da computação em nuvem.

DO LIVRO: "O ÚLTIMO FOGUETE"
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de PAULO FONTENELLE DE ARAUJO:
A BELEZA, QUARTA DIMENSÃO Autor(a):
A CIDADE POSSÍVEL Autor(a):
A LISTA Autor(a):
A PRIMAVERA DAS FADAS Autor(a):
A SONDA AMERICANA VOYAGER I Autor(a):
AMOR AOS DOZE ANOS Autor(a):
AMOR ATO CINCO Autor(a):
AMOR ATO SEIS Autor(a):
ANÚNCIOS BRANCOS Autor(a):
AQUI SE MORRE DE CÂNCER Autor(a):
AS MARCAS Autor(a):
AS MENINAS Autor(a):
ATERRISSAGENS Autor(a):
ATRÁS DE MIM Autor(a):
AVENIDA DE TOLERÂNCIA Autor(a):
BERENICE E SEUS FILHOS CRESCIDOS Autor(a):
BOCAS ESPETADAS Autor(a):
BRAÇOS E PULSEIRAS Autor(a):
BRAÇOS MECÂNICOS Autor(a):
CAMINHO PARA CASA Autor(a):
CERTAS ÓRFÃS Autor(a):
COMPARAÇÃO MODERNA Autor(a):
CRACOLÂNDIA LUMINOSA Autor(a):
CRIANÇA, SUBSTANTIVO SOBRECOMUM 2 Autor(a):
CRIANÇA, SUBSTANTIVO SOBRECOMUM 3 Autor(a):
DELÍRIO DE PEIXE Autor(a):
DISCURSO DE ANIVERSÁRIO Autor(a):
DRUMMOND ACOPLADO Autor(a):
É CÂNCER, PORÉM Autor(a):
EM 1970 NO BRASIL Autor(a):

Parceria:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.

Você que publicou em nosso site, possui o direito de usar esse nosso Selo de Escritor em seu Blog, Site ou publicar onde desejar.

Efuturo: Selo Escritor

Copie e cole o código acima onde for divulgar.