Total Visualizações: 38
Texto mais lido:
Luta de Mulher - Total: 38

Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 3681 Todos os textos de: LUIZA NASCIMENTO ABREU
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Luta de Mulher


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Luta de Mulher
Lucy uma mulher lutadora

Desde criança teve que conhecer a vida cedo, sem escolha, teve que começar a
trabalhar, seu primeiro emprego foi de babá, já seu segundo emprego foi de doméstica,
seu terceiro foi cuidadora de idosos. Ao meio de seus empregos, foi humilhada e muitas
vezes não ganhava um bom salário, porém por ser criada pela avó sofria muito por
desprezos e humilhações. Com tudo isso, ela amava a avó mesmo com toda essa
circunstância, ela se sacrificava pela sua família e nunca desistiu de lutar e amar ao
próximo. Ao passar do tempo, sua vida seguiu de mal a pior, ela se envolveu com o
primeiro companheiro e aos 19 anos engravidou onde teve mais complicações na sua
vida. Trabalhando 24 horas por dia sem parar para ganhar dinheiro extra.
Quatro meses depois, se envolveu com outro rapaz e teve sua segunda filha, na qual o
seu sofrimento aumentava mais e mais. Após o seu namorado descobrir da gravidez
pediu para retirar a criança, mas ela negou-se a fazer tal ato e foi abandonada por ele.
Ao dia do nascimento do bebê, ninguém se disponibilizou a acompanha-la, o
atendimento foi imediato e a parteira pediu a criança, mas ela se negou a entregá-la.
Em seguida, de volta para casa, foi rejeitada pela família. Dois anos se passaram e Lucy
conheceu outra pessoa onde teve mais 2 filhos gêmeos, eram contra a relação dos dois,
cuja família pediu para que abortasse. Ela tomou uma pílula na qual ocasionou a morte
do feto. No dia do parto ela recebeu essa notícia, entristeceu seu coração e continuou a
cuidar da sua família.
Aos seus 32 anos casou-se e conviveu com seu marido e seus filhos, passaram apertos,
sofrimentos. Entretanto nunca desistiram de lutar.

 
 

Esse texto já¡ foi lido hoje por esse computador e usuário. A contagem da poesia não foi adicionada!
 
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 38
[ 1 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 Luta de Mulher 38 11/07/2019