Total Visualizações: 11144
Texto mais lido:
A CIDADE POSSÍVEL - Total: 139

Amigos Recentes

492 MARIA HILDA DE J. ALÃO1121 THALYA SANTOS622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO3 JÚLIO CÉSAR DE ALMEIDA VIDAL1 CLÁUDIO JOAQUIM DOS SANTOS BRAGA2 ANA PAULA SANTOS74 ANA CLAUDIA SANTOS DE LIMA BRAGA
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 324 Todos os textos de: PAULO FONTENELLE DE ARAUJO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

AMO A VIDA COMO WALT WHITMAN


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Nada pode me acontecer de ruim
porque eu amo a vida.
Amo este momento,
a orquestra
quando os músicos estão prontos.
Nada pode me acontecer de terrível
porque eu amo a vida.
Abro, portanto, a janela,
no céu noturno passa um balão luminoso,
carrega uma faixa onde se lê:
Não morra!
Mas nada pode me ocorrer de mau,
porque eu amo a vida.
(Quero poder definir este afeto,
paixão que faz a curva no tempo,
que me acorda de um sonho doce,
que me traz você
e tão delicados suspiros.
Não sei,
mas nada pode me queimar, espetar.
Não há zunido que me afete).
E eu amo a vida,
a vida possível de localizar
na beira do rio, no som do brinde
do cristal mais novo,
no som do brinde que comemora
as bodas de ouro
do novo casal.
Então quero sair contigo
porque nada me pode acontecer de ruim
se tenho a semente do apego ao mundo
se me dedico ao ofício de estar vivo
se a inveja do meu amor não me matará
Então seguiremos os trilhos,
e o trem para todas as cidades
onde leremos as placas de Bem Vindo
e todos os dias seremos bem recebidos,
porque eu amo a vida
(ame você também)
e nada será nocivo,
e tudo se contornara
até a falha da morte
de ente querido,
até os dias incertos
que constam em meus calendários.
Foram passado, pretéritos agora tão perfeitos
porque o amor agora faz parte
da orgia da minha vida que diz:
nada me pode acontecer de danoso
apesar da pobreza que vejo
(apesar da infinita pobreza que fecha as portas).
porque eu amo a vida.
Localizo este amor,
sinto a área de transferência a você,
tudo perfeito porque é a vida.
Tua vida, minha esposa com seus castelos.
meu filho que abraço agora,
minha filha que sonha
porque nunca se para de imaginar o possível.
quando a adolescência é presente.
É possível para mim também porque eu amo a vida.
Amo a vida como Walt Whitman.
São cinco da manhã de um domingo de amor.
O maior domingo de amor desta parte do Ocidente.

do livro: As sondas amam

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 30
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 OUTRO POENTE 70 19/09/2018
0 PRIMEIROS DOCES 65 18/09/2018
0 OUTROS PALHAÇOS 66 18/09/2018
0 O SÍTIO DE LUZ 96 15/09/2018
0 DISCURSO DE ANIVERSÁRIO 104 12/09/2018
0 AMOR ATO CINCO 117 11/09/2018
0 O TEOREMA 66 11/09/2018
0 O VIAJANTE 82 11/09/2018
0 MOSCOU EM 1945 117 09/09/2018
0 SEM MOLDURAS 74 08/09/2018
0 O ASFALTO DOURADO 91 08/09/2018
0 UM CASAMENTO 73 07/09/2018
0 AS MENINAS 93 07/09/2018
0 NO MEIO DO CAMINHO DA MEDUSA 77 04/09/2018
0 ROTINAS POÉTICAS 84 01/09/2018
0 BOCAS ESPETADAS 100 01/09/2018
0 O ARMÁRIO DA PREGUIÇA GIGANTE 83 01/09/2018
0 MENSAGEM DE FIM DE ANO 64 27/08/2018
0 GERAÇÃO BABY-BOOMER 81 27/08/2018
0 CRIANÇA, SUBSTANTIVO SOBRECOMUM 3 78 27/08/2018
0 CRIANÇA, SUBSTANTIVO SOBRECOMUM 2 81 27/08/2018
0 AS MARCAS 111 26/08/2018
0 O ÚLTIMO CALENDÁRIO 58 25/08/2018
0 PRIMEIRA NUDEZ 56 25/08/2018
0 ATRÁS DE MIM 82 24/08/2018
0 O CURSO 75 23/08/2018
0 MUTAÇÃO AMOROSA 63 22/08/2018
0 AMOR ATO SEIS 93 22/08/2018
0 SAUDADE ATO TRÊS 54 19/08/2018
0 CRACOLÂNDIA LUMINOSA 75 18/08/2018