Total Visualizações: 2197
Texto mais lido:
O DIA EM QUE O GORDO SEQUESTROU O SOL - Total: 182

Amigos Recentes

1214 IVANICE SOUZA688 IEDA MARCONDES795 SANDRA TAÍS AMORIM DA CUNHA1252 ISABEL NETTO807 ANA PAULA VIVIANI1121 THALYA SANTOS855 MARCELI CRISTINA DE OLIVEIRA494 LAZARO NASCIMENTO
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo JORGE GOMES 594
Todos os textos de: JORGE GOMES DE OLIVEIRA
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

EU NÃO EXISTO SEM VOCÊ


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Eu não existo sem você,
Sem tua aparência ou sem tua ausência;
Sem tua conformidade ou acomodação;
Sem tua ira, sem tua lira;
Sem teu lirismo de ser gente, sem teu algo corrosivo;
Sem tua exacerbada adultes.
Eu não existo sem tua mente;
Sem tua roupa ou sem tua nudez;
Sem tua coroa de espinhos ou sem tua coroa de Rei;
Sem tua bondade e maldade;
Sem teu nervosismo normal, sem teu medo maldito;
Sem tua plenitude infantil;
Sem tuas normas legais.
É verdade,
Eu não consigo existir sem tua falta de assunto,
Você calada, desconfiada do mundo,
Desconfiada do si, do eu.
Como gostaria de xingar, gritar;
Dar altas gargalhadas da pilhéria em quê nos tornamos.
Eu não existo sem teus olhos;
Sem tua luz profunda;
Sem teu erotismo;
Sem tua pouca imaginação.
Sem teu coração trancado;
Inerte à tudo.
Eu não existo sem tua saliva;
Sem a tua mordida;
O teu apertão;
Sem os teus olhos de censura;
Sem o teu perdão.
Eu jamais existiria sem tuas mãos, sem as tuas correntes;
Sem o teu sangue, sem um mínimo de aflição.
Eu não existiria;
Se não pudesse gritar que te amo;
Se não pudesse gritar que te odeio;
Se não pudesse gritar que te desejo;
Se eu não pudesse pedir desculpas pelo meu jeito animal,
Um animalzinho indefeso, cercado de carinho e rancor.
Eu não existo sem tua fábrica de sonhos;
Sem o teu jeito colegial;
Sem o teu disfarce;
Sem tua máscara moral.
Eu não existo sem tua mágica;
Sem o toque dos seus dedos;
Sem teu umbigo feio;
Sem tuas coxas trêmulas;
Nossa Masturbação.
Eu não existo sem o teu ar da manhã;
Sem o teu gosto de hortelã;
Sem ser, enfim, a tua noite de pecado.
Eu não existo sem você;
Porque você sou eu;
Sou teu lado macho e teu lado femêa;
Sou teu lado bom e o teu lado mau;
Sou tua ternura e grosseria;
Sou teu pênis e tua vagina;
Sou teu lado porco e imoral;
Você é meu lado porco e imoral;
Somos um lado doce, meigo;
Cheiramos a paz.
Eu não existo sem você:
DEUS/SEXUAL!

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 131
[ 17 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 QUE SEJA MESMO UM ANO NOVO FELIZ 127 31/12/2018
0 FELIZ NATAL 49 24/12/2018
0 DIA DE FINADOS 89 02/11/2018
0 CORAÇÃO PARTIDO 146 31/07/2018
0 BELA NATUREZA TRISTE 102 31/07/2018
0 AMO-TE LIBERDADE 166 14/05/2018
0 EU NÃO EXISTO SEM VOCÊ 131 14/05/2018
0 CANÇÃO DOS HOMENS 144 14/05/2018
0 O FATOR SCÓRPIOS 151 14/05/2018
0 O DIA EM QUE O GORDO SEQUESTROU O SOL 182 24/04/2018
0 UM SORRISO DE CRIANÇA 131 24/04/2018
0 ETERNA BUSCA 125 24/04/2018
0 CONSIDERAÇÕES SOBRE O AMOR 129 24/04/2018
0 A FABULOSA HISTÓRIA DE TATU JÓIA 145 12/04/2018
0 PACIÊNCIA, RAPAZ 134 12/04/2018
0 TRAJETÓRIA DE UM SER HUMANO NA TERRA 124 12/04/2018
0 POEMA LÚDICO 122 12/04/2018