Total Visualizações: 2517
Texto mais lido:
Sobre universos paralelos - Total: 174

Amigos Recentes

1121 THALYA SANTOS622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO613 SEDNAN MOURA620 EDIMARCIO MUNIZ PEREIRA401 DÉCIO MACHADO477 ADEMYR BORTOT587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT499 JOÃO DOMINGOS SOARES DE OLIVEIRA
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo CHARLES SILVA 457
Todos os textos de: CHARLES SILVA
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 1
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

Ser do bem, ou ser do mal. - Eis a questão.


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

- Segunda feira 3:30 da tarde, centro do Recife com trânsito congestionado. E eu, dentro de um ônibus que estava na fila, entre outros ônibus, aguardando o semáforo abrir para então seguir viagem. -

Eu estava sentado num banco bem próximo da porta de entrada. Sentado do meu lado estava um rapaz, de talvez uns trinta anos de idade. A porta estava aberta e o ônibus parado, assim como todos os outros, talvez uns trinta ônibus. -

Uma gritaria se fez ouvir na rua, vi pessoas correndo atrás de um adolescente, e logo um grupo se formou a persegui-lo. Infelizmente o adolescente em correria tropeçou e caiu. Em menos de meio minuto, dezenas de pessoas o cercaram e se revezavam aos chutes no adolescente caído. Foram tantos os chutes no rosto e na cabeça, que o mesmo desmaiou. -

Acredite. -

O motorista do ônibus em que eu estava, desceu do ônibus para também ir dar um chute no rosto do adolescente, e depois voltou para o seu lugar no ônibus. - O rapaz que estava do meu lado ficou muito eufórico, assim como vários outros passageiros. - Todos a comemorarem a derrota do bandido adolescente, que já desmaiado, sangrava pelo nariz, olhos, boca e ouvidos. -

O rapaz que estava do meu lado, com muita euforia me convidou para também descer com ele, junto com o motorista, e também ir dar um chute no adolescente já desmaiado no chão. Assim como os outros passageiros de outros ônibus também o faziam. -

- Olhei para ele, bem nos olhos dele, e disse não. -

Não desci do ônibus. Um minuto depois todos voltaram para o ônibus, o semáforo abriu e seguimos viagem sentido subúrbio. -

Ser ou não ser do bem. - Eis a questão, que para mim veio do berço. Mesmo que eu fosse um analfabeto, ou até mesmo um cientista, eu não desceria daquele ônibus - Eis a questão. -


Charles Silva

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 136
[ 23 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 Sobre universos paralelos 174 01/08/2018
0 Confuso ? 89 01/08/2018
0 Divergentes 76 01/08/2018
0 A poesia e a linguagem 121 01/08/2018
0 Ventos do deserto 98 01/08/2018
0 O bem e o mal 119 01/08/2018
0 O Dom de Ver 79 01/08/2018
0 O Buraco 79 01/08/2018
0 Conversa idiota 118 01/08/2018
0 Sobras do Brasil 84 01/08/2018
0 O super Salto Quântico 97 01/08/2018
0 Anik e Tarik 95 01/08/2018
0 Marina 74 01/08/2018
0 Solidão 105 01/08/2018
0 Recifes e pontes 90 01/08/2018
0 O Pensar 79 01/08/2018
0 Da cumplicidade 91 01/08/2018
0 O zoinho daquela mulé - (Moda de viola sertaneja) 167 16/04/2018
1 Posso escrever? 140 03/04/2018
1 Entrevista com a morte 131 01/04/2018
1 Ser do bem, ou ser do mal. - Eis a questão. 136 01/04/2018
1 Sobre universos paralelos 126 01/04/2018
1 Do Brasil e do Mundo 149 01/04/2018