Total Visualizações: 13895
Texto mais lido:
A ARTILHARIA DA DIREITA (5 anos de artilharia) - Total: 955

Amigos Recentes

622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO1121 THALYA SANTOS587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT477 ADEMYR BORTOT613 SEDNAN MOURA440 ARMANDO MUNIZ POETA444 DRILLY MANFRE3 JÚLIO CÉSAR DE ALMEIDA VIDAL
Meus amigos...
Efuturo: Banner inicial para personalizar. 202 Todos os textos de: EACOELHO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 1
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

VEM DE TI


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

Vêm de ti as minhas lembranças mais ternas,
Dessas lembranças é que se forma toda saudade,
Que embala meu tempo só, minhas madrugadas,
Fazendo-me lembrar que amar é tão bom assim.

Vêm de ti as minhas lembranças mais líricas,
Que ainda me fazem apreciar as noites de luar,
Aguça a vontade de andar a dois pelas calçadas,
Sentar no banco da praça, em abraços enamorados.

Vêm de ti as lembranças da espera pelo domingo,
O churrasco, o parque, as estradas, as praias,
Os retornos, os risos, as histórias, o cansaço,
Nosso ninho a nos acolher e encobrir nosso recesso.

Inevitável lembrar as noites, os beijos e afagos,
Dos abraços quentes, dos olhares ávidos de cobiça,
Da paixão tomando forma e nos fazendo amantes,
Dos corpos untados de sofreguidão, paixão e êxtase.

Vem sempre de ti e de tudo que tivemos e vivemos,
As lembranças que balançam a rede do meu viver,
Da graça dos meus dias que passariam nublados,
Não fossem as lembranças que fazem brilhar meu sol.

Vem de ti e das tuas lembranças sempre e ainda vivas,
Esse meu hábito de ainda passear pelos jardins em flor,
Apreciar as flores, as árvores que acolhem os pássaros,
Que ainda cantam as tantas canções que fiz pra ti.

EACOELHO.

 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 293
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
1 A ARTILHARIA DA DIREITA (5 anos de artilharia) 955 03/04/2018
1 CASULO 438 28/12/2011
1 DESIGUAIS 391 26/12/2011
1 NATAL - DOS CORRUPTOS 304 23/12/2011
1 SEM SENTIDO 289 22/12/2011
1 PARA SEMPRE 305 22/12/2011
1 VEM DE TI 293 28/07/2010
1 AVISO AOS HIPÓCRITAS 391 25/07/2010
1 SEJA FELIZ 327 24/07/2010
1 CÉU DA TUA BOCA 397 20/07/2010
1 CORAÇÃO DE POETA 341 20/07/2010
0 MERCADOR DE ILUSÕES 225 09/07/2010
0 CONCLUSÕES 353 09/07/2010
0 A MULHER QUE EU AMO 355 09/07/2010
0 SEM QUERER 236 04/07/2010
0 SEDUÇÃO 235 04/07/2010
0 O QUE FAÇO AGORA 226 02/07/2010
0 RECORDAR É VIVER 217 01/07/2010
0 PERNAS CRUZADAS 229 30/06/2010
0 COPA DO MUNDO - INDUSTRIA DE EMOÇÕES 358 30/06/2010
0 LADRAO DE ESTRELAS 239 30/06/2010
0 ESTRELA CADENTE 319 30/06/2010
0 DIA SEGUINTE 342 30/06/2010
0 CONTROVÉRSIA 343 30/06/2010
0 CATACLISMA 338 30/06/2010
0 APENAS 339 30/06/2010
0 A MULHER DA MINHA ALDEIA 331 30/06/2010
0 A REDE DO MEDO 357 18/06/2010
0 CAIPIRA 384 18/06/2010
0 CONVERSA DE HOMEM 339 16/06/2010