Total Visualizações: 250353
Texto mais lido:
Música (T2941) - Total: 2626

Amigos Recentes

2663 LUCONI875 MARILEUZA RODRIGUES O ZANATA1774 PERGENTINO JUNIOR1121 THALYA SANTOS133 MAURINY BATISTA622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO613 SEDNAN MOURA548 CLAUDIANNE DIAZ
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo ALEXANDRE BRUSSOLO 285
Todos os textos de: ALEXANDRE BRUSSOLO
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 0
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

A Derrota (T175)


*** Faça o seu Login e envie esse texto por email ***

__ Mestre, está ferido!
__ Não é nada, eu estou bem, apenas me ajude a erguer a lança.
__ Mas senhor...
__ Não ouse me contrariar, você está comigo para me servir e pronto.
Sir Cristopher era teimoso, a última coisa que admitia era estar envelhecendo e que estas competições para ele já não davam mais, o tempo era de muitos jovens aprendendo e ingressando.
Lembrar que seu nome causava medo aos mais novos, ele era o terror de todos os cavaleiros mais antigos, ídolo incontestável dos mais novos, sempre em sua armadura dourada, cor do ouro, cor da fortuna e de sua sorte. Sempre acompanhado por seu fiel escudeiro, Thomas que nunca o deixara na mão, cuidava de sua armadura como um guarda cuida do tesouro real.
Thomas já havia pedido para que seu mestre, era assim que o chamava carinhosamente, deixasse o campo de competição, pois já havia conquistado a glória sem ter conhecido a derrota. Agora estava lá enfrentando um cavaleiro bem mais jovem, mas que tinha a mesma determinação da juventude de seu mestre.
Mas Sir Cristopher era muito orgulhoso para admitir a que seria a única derrota de sua vida. Como dizia Thomas, o orgulho é a cegueira da humanidade, mas seu mestre sempre rebatia que o homem sem orgulho é um homem sem coragem, então Thomas preferia calar-se.
Agora estava lá com a ponta de uma lança encravada em seu ombro, pedira a Thomas que a retirasse para que pudesse voltar para a segunda rodada, ele tentou argumentar para que ele parasse mas ele era muito teimoso, o pior é a teimosia misturada com o seu orgulho, aí não tem argumento que dê jeito.
Fez de pronto o que o Mestre lhe pedira, primeiro retirou a ponta da lança e depois ajudou-o com sua lança.
__ Mestre, o senhor mal aguenta segurá-la, pelo amor do Deus que você tanto teme é hora de reconhecer a derrota, eu te imploro, o que farei se algo te acontecer.
__ Eu sou Sir Cristopher e nada vai me acontecer, nunca perdi uma guerra, hoje perdi uma batalha mas a guerra ainda não. E pare de ficar me agourando... este... ombro... vou parar de falar... tenho que guardar energia... humm...
A trombeta soa é o chamado.
__ Vamos me ajude a levantar a lança.
Ele vira o cavalo a muito custo consegue comandá-lo, agora espera o segundo toque, escuta o som muito baixo, com o calcanhar faz com que seu cavalo comece a corrida até seu oponente, são segundos que se transformam em longos minutos. De repente um silêncio cortante na arena, o grande campeão de todos os tempos estava no chão sem movimento, só os olhos vidrados pela única derrota que conhecera.


Alexandre Brussolo (10/02/2009)


 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
Total de visualização: 266
[ 30 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
0 Trova II (T199) 83 23/03/2009
0 Melodia e Inspiração (T198) 81 23/03/2009
0 Poesia (T197) 93 22/03/2009
0 Solidão Passageira (T196) 82 21/03/2009
0 Perdão (T195) 74 21/03/2009
0 Veleiro (T194) 98 20/03/2009
0 Amor Eterno Amor (T193) 92 17/03/2009
0 Prazer (F30) 115 16/03/2009
0 Ensinar (F29) 84 16/03/2009
0 Vida (F28) 79 16/03/2009
0 O Amanhã não Espera (T192) 80 12/03/2009
0 Sentimento (F27) 63 12/03/2009
0 Quando... (T191) 113 10/03/2009
0 Força Interior (T190) 69 09/03/2009
0 Ser (T189) 96 08/03/2009
0 Aurora (T188) 103 07/03/2009
0 Céu e Mar (T187) 91 05/03/2009
0 Caminhos (R26) 97 03/03/2009
0 Um Anjo (T186) 75 03/03/2009
0 Leitura na Escola (T185) 89 02/03/2009
0 Decepção (R22) 84 01/03/2009
0 Aceitando (F25) 108 28/02/2009
0 Passagem (R24) 86 28/02/2009
0 Desilusão (T184) 84 26/02/2009
0 Trindade (T182) 82 20/02/2009
0 Afeto (T183) 87 20/02/2009
0 Esperança (T181) 69 18/02/2009
0 Amor (F24) 97 18/02/2009
0 Purificação (T180) 74 18/02/2009
0 Lágrima... (T179) 85 16/02/2009