SEDNAN MOURA

 -  - SEDNAN MOURA
Total Visualizações: 527379
Texto mais lido:
Dois polos - Total: 389
Educares são nossos pontos, nossa pontuação! Educares: 975
10 Autores mais recentes...
JUAREZ VELÁSQUEZ DE MELLO CARVALHO
ARIEL ALVES DA SILVA
LUIZ HENRIQUE GOMES PATRIOTA
MARA ROSANI CRIZEL
THAYS GARCIA RODRIGUES
THALYA SANTOS
RENON DA SILVA BRITO
MAROEL DA SILVA BISPO
LUCAS MENEZES
MÁRIO AMÂNCIO AZEVEDO
10 Autores mais lidos...
613 SEDNAN MOURA
SEDNAN MOURA
Total: 527379
272 PEDRO VONO
PEDRO VONO
Total: 103403
285 ALEXANDRE BRUSSOLO
ALEXANDRE BRUSSOLO
Total: 94585
190 DIRCEU DETROZ
DIRCEU DETROZ
Total: 18758
247 VANESSA  SOARES
VANESSA SOARES
Total: 11108
496 ALBERTO DOS ANJOS COSTA
ALBERTO DOS ANJOS COSTA
Total: 10735
189 LADISLAU FLORIANO
LADISLAU FLORIANO
Total: 10663
375 WILLIAM PEREIRA DE MENDONÇA
WILLIAM PEREIRA DE MENDONÇA
Total: 10194
385 ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Total: 9276
622 EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
EVANDRO JORGE DO ESPIRITO SANTO
Total: 8566
Sala de Leitura
Busca Geral:
Nome/login (Autor)
Título
Texto TituloTexto



Total de visualização: 93
Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 0
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!
  Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

J U S S A R A

Rio, 27/11/98.

Junto à fonte de águas vivas,
Um lindo lugar, tua sede sacias.
Sinfonia derrama a passarada,
Sentimento na entoada ouves fluir,
As árvores abrem um sorrir,
Ribomba ao fundo o trovão,
As nuvens choram de emoção.

Pasmada a relva contempla
E lançam perfume as flores,
Responde o vento zumbindo
E o sol lentamente vai subindo,
Imponentes montes despertam,
Resplandecem suas belas cores.
As andorinhas vagueiam no céu

Sem rumo riscam o azul do véu,
A cachoeira de prata pintada,
Rompe de sua boca uma canção.
A graça sem medida derramada,
Imortalidade ao que buscar foi dada,
Vida sem medida ao coração,
A bandeira de vitória ensanguentada.

Recorda o tempo do teu passado,
Agora vê o que te tenho dado,
Muitíssimo ouro resplandecente,
Os teus pés irão pisar certamente,
Secarei dos teus olhos, o chorar, eternamente.

SEDNAN MOURA
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login. Mais textos de SEDNAN MOURA:
(...) Autor(a):
(A)CHEI ROSA Autor(a):
... SE SONHAMOS Autor(a):
...AO MAR Autor(a):
...E AGORA Autor(a):
...É FERA Autor(a):
0 SÓSIA Autor(a):
01 (aldravia) Autor(a):
01 (PI) Autor(a):
02 (aldravia) Autor(a):
02 (PI) Autor(a):
03 (aldravia) Autor(a):
03 (PI) Autor(a):
04 (aldravia) Autor(a):
04 (PI) Autor(a):
05 (aldravia) Autor(a):
05 (PI) Autor(a):
06 (aldravia) Autor(a):
06 (PI) Autor(a):
07 (aldravia) Autor(a):
07 (PI) Autor(a):
08 (aldravia) Autor(a):
08 (PI) Autor(a):
09 (aldravia) Autor(a):
09 (PI) Autor(a):
10 (aldravia) Autor(a):
10 (PI) Autor(a):
100 (aldravia) Autor(a):
100 (PI) Autor(a):
101 (aldravia) Autor(a):

Parceria:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.