Amigos Recentes

1121 THALYA SANTOS133 MAURINY BATISTA530 EUDIRÊ DE SANTANA SANTOS508 ANTÔNIO MURILO COSTA
Mais amigos...
Foto de Capa Efuturo ACIR CAIANA 567

Clique aqui para Visitar a Sua Página Literária

Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

NOVA VIAGEM

A nova realidade vem despida de sentimentos,
apresentando-me a um mundo frio.
A racionalidade quanto à existência material do corpo não veio espontaneamente.
Foi preciso o afastamento de todos os sentimentos para que o ser deixasse o humano.

Não há raiva, ódio ou ironia.
Não há sorrisos, apelos, nem agonia.

A mente voltou-se para a análise empírica do cotidiano,
buscando respostas para o passado.
Percorreu os erros cometidos e os acertos esquecidos sem sentir,
sem qualquer arrepio.
Pode avaliar-se, em fim, livre da consciência e da cobrança advinda dessa coexistência.

Não vale o ouro, a prata, qualquer labuta.
Não há cobranças, remendos, sequer desculpas.

Pois faz tempo que os sentimentos apartados anseiam pelo retorno da alma.
Gritam enclausurados pela racionalidade,
observando-a de baixo, majestosa em sua postura.
Choram, apelam e pelejam sem serem ouvidos,
como se não mais existissem.

Insistem e calam-se. Faz um dia, um mês, uma semana...
Lutam e aceitam a derrota, reverenciando a mente insana.

Faz frio, enquanto brilha o sol. Chove, por detrás da névoa.
É dia, mesmo sob o luar. É forte o anseio em poder retornar.
Não é certo, nem bonito. Nem importa o sentido.
Não é novo, não é velho.
Se foi feio, segue belo.

E dos medos, que nasça a coragem.
E das lutas, uma nova viagem.


Clique aqui para Visitar a Sua Página Literária



NOVA VIAGEM
FARDO
MARGINAL
DESABAFO
SUPERFÍCIE
BOA NOITE
O COMPLEXO DE DEUS
O IDIOTA
VIDA
ASNO
  • Basta preencher um formulário e criar 3 jogos!
 

 

Jogos de Memória

Funciona somente no computador.
  • Disponibilize materiais para downloads para seus alunos e professores.