Amigos Recentes

587 RODRIGO GIOVANI BORCHARDT477 ADEMYR BORTOT284 MARLI  FIORENTIN3 JÚLIO CÉSAR DE ALMEIDA VIDAL
Mais amigos...
Foto de Capa Efuturo ADILSON ALEXANDER 210

Clique aqui para Visitar a Sua Página Literária

Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

AQUELES QUE NOS DEIXARAM

Outra noite e então mais uma.
Solitários ou multidões
Numa fogueira ardente
Ou a vela, chama fria
Querendo que eles nos vejam
Em longo chamado triste
Por aqueles que nos deram
O sopro em forma de vida
Mas não vem ao nosso encontro
E talvez, nem mais nos ouça
Há, ilusão perdida.

O que será que fizemos
Foi tão grande o nosso erro
Tão profunda a nossa falha
Por que será que partiram
Sem sequer ter despedida
Devemos talvez ser melhores
Pra merecermos a chance
De saber quem nos deu vida.

Como crianças perdidas
Em algum abrigo frio
Solitários viajantes
Dessa triste caminhada
Procuramos um começo
Onde não existe nada
Nos fizeram corpo e carne
Sentimento e coração
Então por que a distância?
Então por que solidão?

Em algum lugar do tudo
Que pensamos que esta
Poderiam dizer onde,
Nós precisamos olhar.
Talvez queiram que cresçamos
Que provemos merecer
Estar de novo ao lado
De quem talvez nos criou.
Criador e criatura
Alguns de nós já sonharam
Em descobrir quem são eles
Aqueles que nos deixaram.

Adilson maia


Clique aqui para Visitar a Sua Página Literária



AQUELES QUE NOS DEIXARAM
Perdão
Um Olhar
Quem dera um dia
Paixão
Ve se abre o olho Brazil
Ve se abre o olho Brazil
Na ultima hora
Ser ou não ser (Crônica)
Momentos
  • Basta preencher um formulário e criar 3 jogos!
 

 

Jogos de Memória

Funciona somente no computador.
  • Disponibilize materiais para downloads para seus alunos e professores.