Total Visualizações: 904
Texto mais lido:
MONÓLOGO - O Tempo - Total: 283

Amigos Recentes

463 GILBERTO CHAVES MARTINS751 DENISE FREITAS765 MARINALVA BATISTA TOVAGLIERI758 GURU EVALD749 ROBERT THOMAZ740 MOISÉS ANTÓNIO732 MÔNICA MOURA736 NEDISSON LUIS GESSI
Meus amigos...
Foto de Capa Efuturo CLÁUDIO JOAQUIM 1
Todos os textos de: CLÁUDIO JOAQUIM DOS SANTOS BRAGA
Busca Geral:
     
DICA: Utilize o botão COMPARTILHAR (do facebook em azul) ou o LINK CURTO que disponibilizamos logo abaixo desse botão para compartilhar seu TALENTO nas Redes Sociais, compartilhando com mais fãs e leitores de toda parte do Mundo Virtual. Esse recurso foi desenvolvido para ajudar na divulgação de seus textos. USE SEMPRE QUE DESEJAR!

 
Imprimir Texto
Total Votos: 3
Anote esse link curto de seu texto e divulgue nas redes sociais.

MONÓLOGO - O Tempo

O relógio marca o tempo...
Fico observando segundos passarem e tornarem minutos, horas, dias... Vidas.

Preciso dar um tempo.
Não! Preciso parar o tempo...

Mas qual momento seria o melhor para isso?

Acho que vou parar agora... mas se fizer isso não termino o texto.

Se terminar aqui, não terá um final... eu não termino.

Vou deixar o tempo passar mais um pouco e terminar em um minuto...
... ... ... esse minuto já passou e o tempo ainda não parou.

Nesse momento vejo que o que passa não é apenas o tempo e sim oportunidades, realizações, sentimentos, verdades, mentiras, sim e não.

Então não quero parar mais o tempo!!! Quero tempo.

Tempo para escrever frases. quem sabe nunca escritas, ou simplesmente tempo para escrever uma dita tantas vezes que não haveria tempo para ler.

Tempo para contar um conto, sem desconto...
Encantado então com as palavras que não tem poder de parar o tempo.
Palavras viajam no tempo, através de textos fixos que elevam o pensamento em uma situação atemporal.

Agora!!!
Não quero mais parar o tempo, só quero um tempo...
 
   
Comente o texto do autor. Para isso, faça seu login.
27/03/2018 08:28:07
TEMPO! Cláudio, vc me surpreende com tanta sensibilidade e emoção! Realmente, como perdemos o nosso tempo com bobagens e mágoas n.é ? Amei esse texto tb.
Comentado por: ALCINA MARIA SILVA AZEVEDOData Cadastro: 27/03/2018 08:28:07

30/03/2018 12:28:34
Parabéns pelo tempo, sensacional é tempo de aplaudir!!
Comentado por: ANDRADE JORGEData Cadastro: 30/03/2018 12:28:34

02/04/2018 01:19:19
É... o tempo não para... mas, às vezes é tão bom parar e senti-lo... belo texto.
Comentado por: LUNA DI PRIMOData Cadastro: 02/04/2018 01:19:19

04/04/2018 01:50:39
Tempo! Ah, esse tempo... Infinito e finito tempo. Quem nos dera ter mais tempo! Parabéns Cláudio.
Comentado por: EDNA VEZZONIData Cadastro: 04/04/2018 01:50:39

08/04/2018 09:48:47
Preliminarmente, queria agradecer ao amigo e poeta Cláudio Joaquim dos Santos Braga, por me convidar a participar desse auapicioso e inspirador site efuturo, que tem em seu enaltecido propósito, semear, investir e fomentar a cultura. Parabenizo essa iniciativa tão reluzente, o que mostra que na essência do poeta Cláudio, encontra-se a sublime sensibilidade que renova a cada instante, a estesia em seus esplendorosos sentimentos! Devo ratificar que o site efuturo, mostra uma ótima racionalização em sua forma, o que faz criar uma otimização, facilitando em muito a publicação das poesias de proficientes e talentosos poetas que já fazem parte do site efuturo; antes praticamente anônimos, e hoje pelo site, divulgando seus etéreos e resplandecidos trabalhos poéticos para apreciação do estimado público! Com esse objetivo magnificente, que o site efuturo e o poeta Cláudio Joaquim dos Santos Braga visam a atingir, na inserção e valorização da cultura, através de uma interação galvanizante entre público e escritor, é de se esperar o ingente e o iminente sucesso que já se vislumbra! Parabéns ao poeta Cláudio Joaquim dos Santos Braga por semear neste espaço cultural, a relevância na descoberta de verdadeiros talentos, os quais irão mostrar, (apesar dos pesares), o orgulho em despontar a brasilidade dentro de nós! Forte abraço ao poeta Cláudio Joaquim dos Santos Braga, e o meu muito obrigado!
Comentado por: ALBERTO DOS ANJOS COSTAData Cadastro: 08/04/2018 09:48:47

08/04/2018 10:21:29
O Tempo, cantada brilhantemente pelo poeta Cláudio Joaquim dos Santos Braga! O Tempo; silente e implacável, envolto em indecifráveis mistérios! O Tempo, a nos ensinar que a vida é uma sombra que passa, nada mais, simples figurante que atravessa a cena num breve instante e é logo esquecida! O Tempo, que nos mostra que a vida é, senão uma vitória temporária sobre o que causa nossa morte inevitável! O Tempo, deveras, é agora! Parabéns poeta e amigo Cláudio Joaquim dos Santos Braga pela linda poesia!
Comentado por: ALBERTO DOS ANJOS COSTAData Cadastro: 08/04/2018 10:21:29

08/04/2018 02:37:18
Parabéns! Excelente texto!
Comentado por: MARCIA REZENDEData Cadastro: 08/04/2018 02:37:18


Total de visualização: 283
[ 6 ] Texto
Votos Poesia Leitura Publicação
3 MONÓLOGO - O Tempo 283 26/03/2018
1 MONÓLOGO - Ah! O poeta... 103 26/03/2018
0 UM MENINO CONTRA A DENGUE 149 28/09/2017
0 UM MENINO ESPECIAL 102 28/09/2017
1 MONÓLOGO - O Mistério do Pontinho 111 28/09/2017
1 Meu Livro Inesquecível 156 26/09/2017

Parceria:

Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências.